Curiosidades do Mundo Automobilístico

Esportivo, superesportivo e hiperesportivo: entenda as diferenças

Aqueles que estão ligados ao universo automobilístico, certamente, já ouviram esses termos. Contudo, será que eles realmente entendem quais são as grandes diferenças entre um esportivo, um superesportivo e um hiperesportivo? Afinal, ainda que os três configurem como naves potentes e de designs chamativos, nem todos são iguais.

Neste artigo, vamos apresentar as principais características de cada um desses tipos de carros. Dessa forma, você aprenderá a diferenciá-los sem dificuldade e poderá escolher o(s) mais adequado(s) no seu caso!

Fonte: Reprodução do site: Revista Carro

Se você deseja aprofundar o assunto, continue lendo!

Esportivo

Vamos começar pelos mais comuns entre os citados. O termo que designa esse veículo é o mais visto na boca das pessoas, mesmo que, muitas vezes, elas não estejam falando dele.

Características

A verdade é que os carros esportivos são modelos pensados para o dia a dia nas cidades. Contudo, foram formulados de modo a apresentar melhorias em relação aos automóveis convencionais. Mas o que isso significa, na prática? Confira:

  • desempenho superior;
  • dirigibilidade;
  • potência;
  • design moderno e diferenciado;
  • suspensão aprimorada etc.

Fonte Reprodução do site: Veja: Ferrari California 2013

Alguns fabricantes podem até tentar vender carros populares pelo nome de esportivo, mesmo que mudem apenas algumas características de motorização. Contudo, caso os fatores citados acima não estejam em destaque em relação aos veículos comuns, esse termo não deverá ser usado.

Modelos

Para entender melhor a definição de um carro esportivo, separamos alguns exemplos. São eles:

  • 718 Boxster — Porsche;
  • California, 812 Superfast — Ferrari;
  • F-Type — Jaguar;
  • Aventador — Lamborghini;
  • AMG GT — Mercedes-Benz;
  • 570S e 720S — McLaren etc.

Fonte: Reprodução do Porsche Technical Specs

Superesportivo

Chegamos aos modelos mais cobiçados por aqueles que amam velocidade e esperam ir além do que os esportivos oferecem. Por contar com um altíssimo desempenho, esses veículos oferecem potência e preparo a quem deseja explorar o asfalto. Isso acontece porque são criados para a condução esportiva, contando com uma relação entre potência e peso abaixo de 3,7 kg/cv.

Fonte: Reprodução do site Autoesporte 488 GTB

Características

Além da relação apresentada, outro fator comumente relacionado a essa categoria de carro é a presença de um motor central. Tal atributo não é unânime na hora de considerar um veículo superesportivo ou não. Para muitos, o que importa é, de fato, o desempenho do automóvel na pista. Alguns outros atributos que os diferenciam dos esportivos incluem:

  • Atuação, considerando que suas velocidades são maiores;
  • Design aerodinâmico;
  • Usabilidade;
  • Desempenho de classe mundial;
  • Raridade (poucos modelos disponíveis) etc.

O superesportivo também é chamado de supercarro. Ele alcança potenciais inimagináveis e, com isso, exige um pouco de cuidado ao ser utilizado.

Fonte: Reprodução do site Pinterest: Huracán

Quem não está acostumado com desempenhos desse tipo pode se chocar. Afinal, a tecnologia e os sistemas de transmissão desses carros são sensíveis ao toque. Finalmente, eles atingem seu máximo potencial em questão de segundos.

Modelos

Ainda que tenhamos falado sobre o motor central dos supercarros, alguns contam com opções posicionadas na dianteira. Além disso, têm tração nas quatro rodas. Com esses fatores em mente, confira alguns exemplos dessas naves:

  • 488 GTB — Ferrari;
  • Huracan LP610-4 — Lamborghini;
  • 720S — McLaren;
  • Vantage GT12 — Aston Martin etc.

Confira abaixo o Paíto na estrada que gravamos com um modelo McLaren 720S:

 

Hiperesportivo

Chegamos à última categoria — e a mais surpreendente. Nela, estão inclusos os automóveis que superam toda e qualquer expectativa. Acredite: eles são capazes de ir além de todas as características citadas até o momento. Entenda.

Características

Muitas pessoas acreditam que o nível de desempenho oferecido pelos hiperesportivos só pode ser lidada por profissionais. Isso é dito uma vez que sua velocidade é capaz de chegar a níveis inimagináveis e dignos de pistas especializadas. Ademais, a tecnologia envolvida neles exige que haja controle por trás da direção.

Há, também, quem diga que é impossível acessar todo o potencial desse tipo de automóvel. Afinal, por exigir condições específicas para ser aproveitado ao máximo, é comum que a maioria das pessoas tenha apenas uma mera noção de suas habilidades.

Fonte: Reprodução do site: Turbo: Pagani Huayra BC

Para testar um pouco das capacidades desse veículo, basta ser delicado. Isso vale tanto ao falarmos do acelerador quanto, praticamente, em qualquer funcionalidade do carro. É por esse motivo que os profissionais são os mais indicados para utilizá-los. Em outras palavras, usar um hipercarro no dia a dia pode até ser atraente, mas tende a não ser a melhor ideia.

Uma analogia interessante nesse sentido relaciona a condução de hipercarros no cotidiano com o ato de usar terno para jogar futebol. Você não garantirá o melhor potencial disponível, mas ainda conseguirá participar da partida.

Contudo, mesmo com esses desafios, é possível, rodá-los pela cidade. Em termos físicos, confira alguns detalhes desses veículos:

  • motor central;
  • veloz além de qualquer expectativa;
  • aerodinâmica voltada à otimização de potencial;
  • preços altos;
  • presença apenas em clubes exclusivos;
  • raridade superior à do superesportivo etc.

Modelos

Finalmente, vamos conferir alguns exemplos de hipercarros. Eles são difíceis de ser encontrados, sendo produzidos em pequena escala. Contudo, são inconfundíveis. Alguns de seus modelos incluem:

  • Huayra BC — Pagani;
  • 918 SPYDER — Porsche;
  • P1 — McLaren;
  • Valkyrie — Aston Martin;
  • Agera R — Koenigsegg etc.

Fonte Reprodução: Arquivo Paíto Motors (Porsche 918 Spyder)

O ideal para você

Conhecidas as principais diferenças entre cada tipo de carro, é hora de decidir o mais adequado ao seu caso. Nesse momento, é fundamental pensar em intenções. Conforme visto, os supercarros e hipercarros se destacam em design, aerodinâmica e desempenho. Também é preciso considerar a raridade dos que estão disponíveis.

Se estiver em busca de algo para rodar na cidade, pode ser que os hiperesportivos apresentem algumas dificuldades — uma vez que são muito delicados e, assim, capazes de ser difíceis de controlar. Em outras palavras, além do gosto pessoal, é preciso considerar a usabilidade do veículo.

Fonte: Reprodução do Flickr Hypercar line

No fim do dia, todos são belos, chamativos e potentes à sua maneira. Então, independentemente da escolha por um carro esportivo, superesportivo ou hiperesportivo, é fundamental que haja uma empresa especializada por trás de sua venda.

Caso se interesse pelo esportivo ou superesportivo, é preciso contar com transparência, confiança e qualidade na compra, garantindo que você obtenha o veículo ideal para suas necessidades e desejos. Conheça a Paíto Motors e receba o amparo de uma autoridade em carros de luxo!

Se você deseja garantir as devidas certificações, fazer negócio com uma empresa referência no mercado, contar com um centro de auto detail e garantir acesso a um Showroom Premium, entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR CATEGORIAS

Potência do motor: saiba o que considerar ao escolher seu novo carro

VER MAIS

Potência do motor: saiba o que considerar ao escolher seu novo carro

Maiores eventos de carro de luxo no Brasil

VER MAIS

Maiores eventos de carro de luxo no Brasil

Como limpar e hidratar bancos de couro? Saiba aqui!

VER MAIS

Como limpar e hidratar bancos de couro? Saiba aqui!

5 cuidados com o carro esportivo que você deve ter

VER MAIS

5 cuidados com o carro esportivo que você deve ter