A história da Land Rover – Das bicicletas aos automóveis. (Parte 02)

No artigo anterior de nosso blog começamos a contar a história da Rover, companhia inglesa que se tornaria uma das grandes marcas de carros.

Inicialmente a Rover se dedicava as bicicletas, sendo a responsável pelo design que hoje conhecemos como magrelas.

Fonte: Reprodução do site burgersEnr: Modellen Premier Rover 1904

Com o sucesso dos veículos motorizados, a companhia passou a produzir motocicletas e carros nos primeiros anos do século XX.

Após um bom início no setor, os anos 1920 se tornaram um pesadelo para companhia que acumulou perdas por quase cinco anos seguidos.

A crise poderia ter marcado o fim da trajetória dos ingleses, mas, mudanças nas estratégias e reestruturações a salvaram.

Rover: Das dificuldades financeiras a Land Rover

Como dissemos acima a crise enfrentada pelos britânicos nos anos 1920 foi pesada. A companhia perdeu 60% de seu valor.

Mudanças eram necessárias e assim foi feito. Em 1928, Frank Sealer, foi chamado para dirigir a recuperação da empresa.

Por sua recomendação chegou a Rover, em 1929, Spencer Wilks, que tomaria a frente da companhia até a década de 1960.

Fonte: Reprodução do site Wikipedia: Spencer Wilks Media

Uma das primeiras medidas adotadas nesse momento foi o desenvolvimento de um novo carro, que deveria ser pequeno e barato.

Era o Rover Scarab, um conversível de quatro lugares que tinha a intenção de ser vendido por apenas $ 85 libras.

Era dotado com um motor gêmeo em V de apenas 839 cc.

Fonte: Reprodução do site Rover Car Club SA: 1931 Rover Scarab

Nesse período foi introduzido no mercado o Rover 10/25, um carro pequeno voltado às famílias, produzido até 1947.

Fonte: Reprodução do site Motor Base: Profile Rover 1025

O resultado de todos os esforços foi uma retomada do lucro em 1929 e 1930, porém a recessão britânica voltou a assustar a empresa em 1931.

Novamente a empresa volta a se recuperar e Spencer Wilks junto com  Mauice Wilks a conduziriam para o futuro.

Fonte: Reprodução do Site Pinterest: Advertising Rover

No meio da caminho, porém, havia uma guerra.

Como quase todas as montadoras europeias a Rover se viu obrigada a mudar seu foco com a chegada da Segunda Guerra Mundial.

A Rover passou a tomar conta de duas fábricas voltadas a produção de motores de avião.

A época a companhia passou a desenvolver projetos de turbinas de avião a jato que posteriormente seriam trocados com a Rolls-Royce.

Em troca de seu projeto de turbina recebeu o projeto do motor do tanque de guerra Meteor, bem como as instalações para sua produção, que seguiriam até 1964.

Vídeo/Reprodução: Canal Historical Aviation Film unit no Youtube.com – Título do Vídeo: Engine: Rolls Royce Meteor v-12 Tank Engine. Descrição:This video shows a short engine run of a Rolls Royce Meteor tank engine from a WW2 Cromwell tank. The engine is shown here during a display at an open day held at Rangitata Island Aerodrome, in South Canterbury, New Zealand. Copyright © 2014 Historical Aviation Film Unit

Ao fim da guerra ficou com duas instalações, uma voltada à produção de motores para tanques e outra para os carros.

Seria o período também quando nasceria aquela que se tornaria a principal marca da companhia, pelo menos para o grande público.

E tudo começou por uma necessidade.

No pós-guerra os carros de luxo não eram itens com grande saída. Além disso, havia um racionamento de materiais.

A prioridade era das empresas voltadas a construção de infraestrutura e produção de equipamentos.

Vale lembrar que o Reino Unido sofreu severos ataques aéreos da poderosa força aérea alemã que afetou boa parte de seu território.

Vídeo/Reprodução: Canal Yoho Media no Youtube.com – Título do Vídeo: Black Saturday; the bombing of London’s docks in WWII. Descrição: A short documentary about the devastating bombing of London’s docks in the Second World War, made for the Museum in Docklands. Produced and directed by Mark Whatmore. Script by Richard Taylor. Sound mix by Ben Baird of Aquarium Studios. Narration by Zoe Wanamaker. Duration: 6’19”

Nesse contexto, Maurice Wilks, que era o designer chefe da companhia, colocou em prática um plano para produzir um veículo utilitário leve.

A inspiração veio do Willys Jeep utilizados pelo exército americano durante a guerra, mas, com ênfase no uso na agricultura.

Fonte: Reprodução do site 6th AARR: Willys Jeep
Fonte: Reprodução do site 6th AARR: Willys Jeep

E mais ainda: Wilks era ele próprio dono de um Willys que utilizava em sua fazenda em Anglessey.

Nascia assim a Land Rover, a partir de um protótipo que misturava um caminhão leve e um trator e seria um dos utilitários mais confiáveis do mundo.

Fonte: Reprodução do site Fav Cars: Land Rover Prototype 1946

Desde então a companhia desenvolveu uma série de modelos bem sucedidos, mudou de donos e é referencia quando falamos em veículos utilitários de luxo.

Seus jipes e SUVs conquistam diversos admiradores pelo mundo e dirigir um Land Rover é uma experiência única.

Fonte Reprodução do site Land Rover: Instructions

Quer conhecer a história de alguns dos modelos icônicos da Land Rover? Fique ligado e não perca nenhuma novidade de nosso blog!

E você? Tem um modelo Land Rover preferido? Conta para nós nos comentários!

Até a próxima!

 

 

Um comentário sobre “A história da Land Rover – Das bicicletas aos automóveis. (Parte 02)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *