Mercedes-Benz e AGM – o encontro da potencia com a sofisticação

O Salão de Frankfurt é um dos eventos mais importantes para a indústria automotiva e os admiradores de carro. Suas edições são marcadas por lançamentos e apresentação de conceitos que tiram o folego de qualquer apaixonado por carros.

Na edição de 2017 a parceria Mercedes-AMG mais uma vez nos brinda com um modelo que chama a atenção pelo design e potencia.

O Mercedes-AMG Project One conta com um motor de 1.006 cv, prometendo fazer de 0 a 200 km/h em apenas 6 segundos. Outro destaque é a bateria, que conta com a mesma tecnologia utilizada nos modelos F1 da montadora. Apesar disso, a fabricante garantem que o carro foi projetado para uso urbano e as primeiras encomendas devem chegar às ruas no fim de 2018. Vale lembrar que a parceria entre AMG e Mercedes já renderam modelos esportivos de grande sucesso como GT S.

A Paíto Motors conta um pouco dessa história que uniu essas duas potencias alemãs. Confira!

Mercedes-AMG: uma história vencedora

Fundada em 1924, em Stuttgart, após a fusão entre Benz & Cia. E Daimler, a Mercedes-Benz é a empresa de automóveis mais antiga do mundo. Enquanto a Benz & Cia. Atuava no mercado desde 1871, a Daimler abriu as portas em 1890. Vale ressaltar que ambas empresas eram concorrentes entre si, tendo essa realidade alterada pela primeira grande guerra. A derrota alemã impôs aquele país severas restrições econômicos que prejudicaram fortemente a economia do país.

Como resposta a esse cenário, as companhias estabeleceram um acordo de cooperação mútua, que exigia a união das companhias até os anos 2000. Desde então se desenvolveu uma rica história, com modelos icônicos que a levou montadora a colecionar uma série de admiradores.

Hoje a marca é reconhecida como sinônimo de qualidade, sofisticação e beleza e um das principais do segmento de luxo. Sabemos, porém, que a história da indústria automotiva não é simples havendo uma série de fusões e mudanças ao longo do tempo. Em 1967, dois funcionários da Mercedes, saíram da companhia descontentes com a decisão da marca de deixar as competições esportivas.

Hans-Werner Aufrecht e Ehrard Melcher fundaram a AMG que tinha por objetivo aprimorar modelos Mercedes para sues clientes. Logo de início conseguiriam um efeito incrível: transformar o grande sedã 300 SEL em um máquina de corrida. Com 428 cv, o que a época era considerável, conquistou o segundo lugar geral na 24 Horas de Spa-Francorchamp. Essa não seria a única vez que a AMG provaria que carros grandes também poderiam ter resultados esportivos.

Na década de 1980, preparam o cupê de porte grande 450 SLC, que venceu às 6 horas de Nürburgring. A vitória deu um impulso nos negócios, atraindo uma série de donos de modelos Mercedes que gostariam de personalizar seus carros. O reconhecimento foi tanto que em 1990, a própria Mercedes-Benz firmou parceria com a AMG para que desenvolvessem seus esportivos.

Percebendo o excelente potencial de vendas, a gigante alemã incorporou a AMG no ano de 2005. Desde então, os modelos AMG viram uma crescente em suas vendas e tornaram-se referencias entre os esportivos.

O resultado é que em 2017 veio a público a Mercedes-AMG, uma submarca diferente de outras propostas. Embora desenvolva modelos próprios, como o apresentado no Salão de Frankfutr, citado no início, sua tecnologia está presente em toda linha Mercedes.

É possível, assim, encontrar versões desde a linha A, até a os utilitários da linha G. Apresentando esportividade adequada a cada modelo e altíssima qualidade tem conquistando até os mais exigentes. Até o momento são 15 versões que podem ser encomendadas junto às revendedoras Mercedes-Benz.

A Paíto Motors, como apaixonada pelos esportivos, espera que venham muitas outras, bem como modelos próprios. Pelo que vem sendo mostrado no Salão de Frankfurt, até o momento, a submarca tem tudo para entrar na história.

Gostou desse artigo? Acompanhe nossas redes sociais e esteja pro dentro de todas as novidades de Paíto Motors e nosso blog. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *