Curiosidades do Mundo Automobilístico

Quais foram os carros mais velozes de cada década? (Parte 1)

Conceituar carros velozes é algo que pode ser bastante complicado, afinal, é um termo vago e que pode ter significados diferentes para cada tipo de pessoa, especialmente, em épocas em que a velocidade era algo totalmente diferente dos dias atuais.

Hoje, montadoras como a Koenigsegg, Hennessy e Bugatti protagonizam uma emocionante disputa para ver quem produz o carro mais rápido do mundo. As marcas alcançadas impressionam: a disputa está na casa dos 450 Km/h — velocidade atingida pelo Koenigsegg One, por exemplo.

Fonte: Reprodução do site: Aquela Máquina Koenigsegg ONE:1

Mas, que tal relembrar quais foram os carros velozes de cada década, especialmente, em períodos mais longínquos? Confira a primeira parte desta lista com essas incríveis máquinas!

Os supercarros mais velozes de cada década

Década de 1920:

Para iniciar este conteúdo, vamos iniciar em um período que foi um pouco conturbado para o mundo graças à primeira grande crise econômica que devastou boa parte das economias mundiais, mas não impediu a criação de lindas e potentes máquinas automobilísticas.

Bugatti Type 35B 1927

Desde o início da corrida pela construção de carros velozes, Ettore Bugatti tinha a perfeição como obstinação. Seus veículos precisavam alcançar o máximo em estética e performance. O Type 35B de 1927 é uma amostra disso.

Fonte: Reprodução do site WheelsAge: Bugatti Type 35B 1927-1929

Com 127 Cv e uma aerodinâmica incrível alcançou os 204 Km/h e colecionou mais de 2 mil vitórias nas pistas. Seu motor era um 2.2 OHC com 8 cilindros em linha, proporcionando 123 cavalos de potência para movimentar apenas 750kg. Unindo esse fato a uma aerodinâmica fantástica, estilo Bugatti, não seria difícil imaginar que Ettore havia projetado um verdadeiro recordista nas pistas e que marcaria época.

Entretanto, é importante lembrar, que o veículo que ganhou como sendo de maior velocidade daquela década foi um protótipo da Fiat produzido com esse objetivo, mas discorreremos sobre ele no próximo tópico.

Fiat SB4 – “Mephistopheles”

O Fiat SB4 de 1923 atingiu uma velocidade inimaginável para aquela época, batendo o recorde de quase 235 Km/h. Entretanto, ele nunca foi produzido em série. Poucas máquinas foram tão icônicas quanto esse estranho, mas extremamente veloz veículo.

O nome Mephistopheles foi dado por alguns jornalistas da época por fazer alusão a uma figura mitológica demoníaca conhecida na Idade Média. Alguns, inclusive, o apelidaram de “O demônio de Turin”. Além da velocidade, outra coisa que marcava nessa máquina era o seu consumo, cerca de dois litros a cada quilômetro rodado. Ou seja, para andar 100 km seriam necessários 200 litros de combustível.

O veículo entrou para a história quando um ex-combatente da primeira guerra mundial Ernest Eldridge se interessou pela incrível potência do veículo resolveu utilizá-lo em uma prova chamada de 500 milhas de Brooklands. Na ocasião, Ernest bateu o recorde mencionado acima, tornando-se o homem mais rápido do mundo na época, levando a esse posto o famigerado Fiat SB4

Fonte Reprodução do site Auto Garagem: Fiat Mephistopheles

Década de 1930:

Saindo da década de 20, entramos nos anos de 1930 em que a tecnologia começa a dar seus primeiros passos para o surgimento de veículos mais velozes. Confira o carro mais marcante da época!

Lagonda V12 Lancefield 1939

Apesar de merecer estar na lista dos carros velozes de cada época, nem todo o Lagonda produzido era preparado para chegar ao seu recorde de 206km/h. O seu motor era um 4.4 com 12 cilindros em V e que precisava de poucos ajustes para alcançar essa marca e fazer bonito nas pistas.

Fonte: Reprodução do site Gazeta das Caldas: Lagonda V12 Lancefield

Além do desempenho extremamente rápido para a época esse veículo também esbanjava charme e poderia ser utilizado perfeitamente em ocasiões do dia a dia na década de 30. Seu design esbanjava requinte e luxo. Atualmente a Lagonda pertence à Aston Martin, que continua a manter essa marca histórica e tão importante no início da indústria automotiva.

Fonte: Reprodução do site Louwman Museum: Lagonda Lancefield

Década de 1940:

A década de 40 também teve seus veículos que marcaram época, um mais icônico e conhecido e outro que ficou para trás, mas que certamente deve compor a lista de carros velozes. Acompanhe!

Jaguar XK 120

O veículo que fez mais sucesso pelo seu grande desempenho e velocidade foi o Jaguar XK 120. Trata-se de um modelo esportivo que entrou para o rol da fama dos carros velozes da época. Ele conseguiu chegar a 200km/h.

Fonte: Reprodução do site Wheels Age: Jaguar XK 120 1948-50

Isso pode parecer comum nos veículos de hoje em dia, entretanto, em 1948 isso era extremamente incrível, mesmo o mundo já tendo testemunhado outros carros mais velozes como o Fiat SB4, que até o momento não teria sido batido em termos de velocidade.

O Jaguar XK 120 tinha um motor com 3,4 litros equipado com um câmbio manual de 4 marchas que trabalhavam para movimentar sua tração traseira. Apesar de ter sido um carro utilizado em corridas ele também era repleto de muito glamour e requinte, se passando por um veículo de cidades com muita tranquilidade.

Fonte: Reprodução do site: Motor 24 Mítico Jaguar XK 120

Tucker 48 1948

O Tucker 48 foi um sedã que teve seu design criado por Preston Trucker, fundador da montadora. Forma construídos apenas 51 exemplares do modelo e o mais interessante é que existe um exemplar no Brasil exposto em um museu automobilístico.

Como ele tinha um perfil baixo sua aerodinâmica proporcionava alcançar altíssimas velocidades. O recorde dessa máquina foi de 211km/h, graças ao seu motor de seis cilindros que proporcionara 168cv de potência. Uma curiosidade sobre esse veículo é que ele tinha um terceiro farol que se movimentava acompanhando a direção do volante par auxiliar na iluminação das curvas.

É muito como que se considere o incrível Jaguar XK 120 como carro mais rápido da década de 1940. Afinal, ele foi o primeiro modelo voltado para as ruas a alcançar os 200 Km/h. Porém, é preciso lembrar que na época os modelos voltados a competição poderiam ser comprados por quem pudesse pagar seu preço.

Por outro lado, a Tucker jamais teve o peso das grandes marcas o que faz com que seu modelo 48 seja pouco lembrado, apesar de ser um dos mais velozes do período, atingindo os 211 Km/h.

Fonte: Reprodução do site Nostalgic Motoring Ltd: 1948 Tucker 48 continuation

Isso pode ter se dado por diversas questões, talvez o seu design não agradou ou ainda a montadora não realizou o trabalho de marketing necessário para disseminar o veículo, entretanto, ele não poderia deixar de compor essa lista, pois deixou o seu nome registrado na história.

Década de 1950:

Assim como o período passado, a década de 1950 também teve sua polêmica quando o assunto é o carro mais rápido. Além dos veículos velozes já existentes, outras montadoras resolveram figurar nesse cenário, trazendo novos desafios para quem desejava ganhar as pistas. Veja quais foram os veículos que marcaram essa época.

Aston Martin DB4 1958

O Aston Martin DB4 surgiu por volta de 1958 e foi comercializado até o ano de 1963. O principal destaque desse veículo foi o modelo GT que, na época, era avaliado em cerca de US$ 1.000.000,00. Se atualmente essa é uma quantia exagerada para um veículo, imagine na década de 50.

Fonte: Reprodução do site TheAwesomer: MB 300 SL Duo

Entretanto, para os amantes de velocidade isso não era nenhum problema, pois ele conseguiu alcançar a velocidade de R$ 244km/h, superando o Fiat SB4, tornando-se um dos mais rápidos carros da história do automobilismo mundial até o momento.

Esse carro era equipado com um motor 3.6 ou 3.7 que proporcionava cerca de 240 cavalos de potência empregadas em sua tração nas rodas traseiras.

 

Fonte: Reprodução do site Gazeta das Caldas: Aston martin DB4 1958

Mercedes-Benz 300 SL

Ainda na década de 50 tivemos o Mercedes-Benz 300 SL ocupando a posição de um dos carros mais velozes do mundo da atualidade. Uma de suas características mais marcantes era a porta no formato de gaivota, abrindo para cima, algo bastante avançado para a época e, principalmente, para a montadora que desde essa década não costumava arriscar muito nos designs sóbrios e cleans de seus carros.

Fonte: Reprodução do site: Top Gear Mercedes 300 SL

O Mercedes-Benz 300 SL chegava aos incríveis 225Km/h sem a necessidade de qualquer preparação e, apesar de ter velocidade inferior ao modelo anterior, graças ao seu trabalho aerodinâmico ele disputa tranquilamente o posto com DB4 da Aston Martin.

Década de 1960:

A década de 60 sem dúvidas proporcionou avanços substanciais no quesito velocidade dos veículos. Entretanto, também existiu outro fator que chamou muito a atenção dos consumidores, o design. A partir dessa época os carros ficaram mais robustos e sem aquela aparência apelativa de competições, podendo ser utilizados por pessoas que o conduziriam durante o cotidiano do dia a dia. Confira os carros da época.

Lamborghini Miura 1966

Quando a Lamborghini chega ao mercado dos supercarros seu grande objetivo era bater a Ferrari, após uma desavença entre seus fundadores. Nessa disputa italiana, a Lamborghini levou a melhor com o lançamento do Miura.

Fonte: Reprodução do mural exclusivo da Paíto Motors sobre a história do automóvel – Enzo Ferrari x Ferruccio Lamborghini (criado pelo artista Camaleão)

O supercarro tinha um design que influenciou toda uma geração de veículos e era equipado om um motor 3.9 V12 atingia os incríveis 285 Km/h, superando todos os recordes de velocidade da época.

Fonte: Reprodução do site Autoweek: 1966 Geneva motor show Miura

Ferrari 365 GTB/4 Daytona

Por fim, a marca italiana não poderia deixar a Lamborghini ocupar o cenário de carro mais veloz do mundo na década de 60 sozinha. Portanto, ela criou o Ferrari 365 que alcançou a marca de 280km/h.

Fonte: Reprodução do site: Motor Pasion 365 GTB 4 Daytona

Ele começou a ser produzido no final de 1968 e foi retirado de linha em 1973. Contava com motor de 12 cilindros em V que eram mais que suficientes para levar o veículo até esse patamar de velocidade.

Esses são os carros velozes que surgiram entre a década de 20 e 60. Como você pode perceber, são veículos que marcaram época, utilizados especialmente para pistas de corrida, entretanto, também figuravam no dia a dia das cidades, arrancando olhares por onde passavam.

Gostou de ler um pouco de história automobilística? Então, compartilhe este artigo em suas redes sociais para que mais pessoas conheçam essas máquinas que circularam pelo mundo no passado.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR CATEGORIAS

[Agosto/2021] Por que investir em um Sedan importado? Conheça as vantagens

VER MAIS

[Agosto/2021] Por que investir em um Sedan importado? Conheça as vantagens

Conheça a história da Audi

VER MAIS

Conheça a história da Audi

Conheça o Audi Q4: o primeiro SUV 100% elétrico da montadora alemã

VER MAIS

Conheça o Audi Q4: o primeiro SUV 100% elétrico da montadora alemã

[agosto/2021] Os 10 carros importados mais vendidos 2021

VER MAIS

[agosto/2021] Os 10 carros importados mais vendidos 2021