HistóriaPorscheVolkswagen

Ferdinand Porsche – A história do fundador da Porsche. (Final)

Ao longo da história, a indústria automotiva contou com diversos nomes que foram de vital importância para seu desenvolvimento.

Atualmente a Porsche é uma das marcas mais desejadas e referência quando falamos de carros de luxo e supercarros.

Fonte: Reprodução do site Porsche

Antes de fundar a marca, porém, Ferdinand Porsche, já tinha uma trajetória impressionante no setor.

Confira a parte final da história desse gênio da engenharia automobilística que contamos em nosso blog.

Ferdinand Porsche:  polêmicas e a consolidação da Porsche

A partir do crescimento de seu negócio, Ferdinand decidiu por em prática a ideia que o tirara da Daimler-Benz.

Inicialmente sua ideia foi financiada do próprio bolso, até ter aportes financeiros de outras empresas interessadas.

Os altos custos, porém, afastaram os interessados e seu projeto parecia naufragar, até que chamou a atenção de Adolf Hitler.

Fonte: Reprodução do site Pinterest: KDF Wagen

O líder nazista tinha como objetivo motorizar a Alemanha e acrediatava que todo alemão dever ter um automóvel ou trator.

Assim, em 1934, Porsche conseguiu um contrato para construir três protótipos baseados em seu desenho.

Fonte: Reprodução do site Motor Dream: Porsche e Adolf Hitler

Após dois anos, os três carros ficaram prontos e, por ironia do destino, a Daimler-Benz foi contratada para construir outros 30 protótipos.

Uma nova cidade foi fundada para sediar a fábrica, atualmente conhecida como Wolfsburg e que ainda hoje sedia a Volkswagen.

Fonte: Reprodução do site Pro Largus: Volkswagen Wolfsburg

Ainda nessa época Porsche continuava a se dedicar aos carros de corrida, e seu modelo “P-wagen” se destacou por desempenho e inovação.

Fonte: Reprodução do site Supercars: Porsche P Wagen project

Mas, a necessidade de concentrar sua atenção na construção da fábrica de Wolfsburg fez com que passasse esses projetos a seu filho.

Essa época ela desenvolveu ainda outros projetos para os nazistas, como o tanque de guerra Elefant.

Vídeo/Reprodução: Canal Kampf Wagem no Youtube.com – Título do Vídeo: Elephant Panzer in Action HD Ferdinand Porsche. Descrição: Aufnahmen aus dem 2. Weltkrieg und bis zum eines der letzten Exemplare weltweit

Após o fim da Segunda Guerra Mundial, fora chamado para continuar seu projeto do Volkswagen na França.

Divergências naquele país abortaram o projeto antes que ele se iniciasse e Porsche chegou a ser preso como criminoso de guerra.

Durante 20 meses foi mantido encarcerado sem julgamento.

Enquanto estava preso na França, seu filho tentava manter o negócio da família funcionando.

Fonte: Reprodução do site Lamitadmas: Ferry Porsche

Além de projetos de modelos, consertavam carros, bombas d’água e guinchos.

Nesse meio tempo, iniciou um novo projeto, o Porsche 356, primeiro veículo a levar a marca Porsche.

Vídeo/Reprodução: Canal ClassicSpeedParts no Youtube.com – Título do Vídeo: 1948 Porsche 356 Speedster, First Drive by Dr. Ferry Porsche. Descrição: For over 25 years, we have been dedicated to the beautiful parts that make up the whole. To look at our Porsche product inventory.

Ao retornar para Stuttgart, em 1949, a família encontrava dificuldades em conseguir créditos junto aos bancos.

A grande sacada, dessa vez, veio de Ferry, que visitou revendedores Volkswagen com  seus 356 produzidos em série limitada.

Passou a oferecer o veículo solicitando que os compradores pagassem adiantadamente, custeando assim sua produção e empresa.

Fonte: Reprodução do site Kinhao Meu Fuskinha: Curiosidade Fusca Vs. Porsche

Em 17 anos, 78.000 Porsche 356 foram produzidos e vendidos, dando início a uma dinastia que perdura até hoje.

Ferdinand ainda seria contratado como consultor da Volkswagen e recebeu royalties por cada Tipo I (Fusca) vendido.

Esse acordo lhe rendeu uma condição financeira confortável, uma vez que mais de 20 milhões de unidades do automóvel foram vendidas.

Fonte: Reprodução do site Notícias Automotivas: Fusca

Em 1950 retornaria pela primeira vez a fábrica de Wolfsburg desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

Poucas semanas depois da visita, sofreu um derrame do qual nunca se recuperou, vindo a falecer em 31 de janeiro de 1951.

Ferdinand não chegou a ver o sucesso da marca que levava seu sobrenome, que foi dirigida brilhantemente pelo seu filho.

Independente disso, contudo, estará sempre marcado na história da indústria automotiva como um engenheiro brilhante, que levou a inovação e qualidade ao ponto máximo.

Fonte: Reprodução do site Blog On Strategy: Lider On Ferry Porsche

Para conhecer mais histórias de personalidades, marcas e modelos ligados à indústria automotiva continue acompanhando nosso blog.

E não deixe de curtir nossas páginas nas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades da Paíto Motors.

Até a próxima!

2 thoughts on “Ferdinand Porsche – A história do fundador da Porsche. (Final)

  1. Nem li pois sei de tudo sobre esse grande inventor automobilístico, tiro meu chapéu para esse rapaz, que dedico sua vida em realizar seus sonhos que hoje em dia é o sonho de muitos, como o meu, que é um humilde 993 de 1987, isso é mágico, ainda não tive a oportunidade de pilotar um, mas irei ter o meu na minha sala, pra mim a maior marca automobilística e a melhor em tudo, muitos podem fala de Ferrari, Maserati, Mercedes entre outras, respeito todas são o que são hoje devido sua história e trajetória, mas olha a história do Sr Porsche é sensacional, da uma trilogia de arrepiar, e eu quero muito fazer parte dessa história e levar a Porsche comigo aonde quer que eu vá, abraços Patio Motors e até mais .

    1. Com certeza, foi um grande engenheiro muito a frente do seu tempo, e com certeza é uma das marcas mais amadas no mundo! Nós aqui da Paíto Motors somos grandes fãs da marca e da pessoa. Muito obrigado! Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *